Corujando - de olho em livros, filmes e novidades literárias - Page 10 of 19 -
resenha category image Resenha – Todas as Estrelas do Céu, Enderson Rafael 08/01/14 - Comentários

Título: Todas as Estrelas do Céu
Autor: Enderson Rafael
Editora: Editora Novas Idéias
Rating: ★★★★★
Livro no skoobSite do Autor

“Todas as Estrelas do Céu” é o primeiro romance do autor brasileiro Enderson Rafael, publicado dez anos depois de ser escrito – quando ele tinha 19 anos – e que veio cair nas minhas mãos por uma troca de skoob. E, convenhamos, que troca bem feita!

Sobre o plano de fundo de 1999, as páginas confessam a história de Leandro, um adolescente adotado por Marco e Lúcia e de Carol, uma das filhas que o casal viria a ter mais tarde.

cresceu sabendo ser filho de pais adotivos, porém este fato nunca foi empecilho para a família: todos era irmãos e pronto. Mas, logo, nasceria uma nova forma de enxergar este laço entre os adolescentes protagonistas. Leandro e Carol se descobrem apaixonados. Mas como declarar um amor que nasceu do mesmo berço? Porque um amor teria de ser contra tudo e todos, ou melhor, porque tudo e todos estariam contra este sentimento tão bonito?

“Nenhum amor é amaldiçoado, esta é justamente a face mais perfeita do imperfeito ser humano.”

É com este amor sem limites, imoralmente incorreto e envolvente que nos deparamos no livro. E é meio a reviravoltas, torcidas e poesia que viramos vorazmente estas páginas. Encontrei no Enderson uma narração tão gostosa e fluida que me apaixonava a cada parágrafo.

A história é rápida e de tirar o fôlego. Sou a favor imediatamente, desta relação nada convencional – afinal, nada como um tipo de “Romeu e Julieta” para me alegrar o gosto. Os capítulos são curtinhos, o livro tem uma diagramação maravilhosa. Posso dizer que foi uma surpresa extremamente agradável – que me fez ficar ansiosa pelo outro livro do autor já publicado, o romance “Três Céus“. Recomendo muito esta obra adolescente, leve e que mexe com os nossos questionamentos sobre até onde vai o amor.

“Sabe, Lê? Eu acho que a vida é um grande jogo. Só que o cara que o fez não deixou as regras bem claras. Ai, nós acabamos por jogar errado e quebrar a cara.”


Compartilhar
Postado por:
Chel Lima
resenha category image Uma Prova de Amor – Emily Griffin 02/01/14 - Comentários

Título: Uma Prova de Amor
Título original: Baby Proof
Autora: Emily Griffin
Editora: Novo Conceito
Rating: ★★★☆☆
Livro no skoob

Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim?

Claudia Parr, a bem sucedida editora de Nova York, não poderia discordar mais. Aliás, ela pensa que desde sempre, foi o este um dos motivos principais dos rompimentos de seus namoros: ela não queria ter filho, nem um, nem meio. Nem menino ou menina, nadinha.

Já até se conformara com o fato de ter que levar uma vida solitária por causa desta opinião até que conheceu Ben: lindo, gentil, educado e de todas as suas qualidades, a melhor era sua falta de vontade de ter filhos. Eles podiam ser considerados o casal perfeito – menos pelos familiares, talvez, que ainda choramingavam por um sobrinho/netinho.

E é aí que a história desanda. Ben, após anos de casados, sente o desejo de ser pai e é contra isto que Claudia terá que lutar. Toda sua revolta, amargura e esforços são mirados nesta “traição” por parte de seu marido e assim temos o enredo da história.

O assunto é delicado, não? Ronda a obrigação feminina de gerar filhos (a famosa luta contra relógio biológico) e o passo-a-passo, segundo o senso comum, para ser feliz: casar – filhos. A autora abordou como a pressão a cerca deste assunto paira na vida de quem decide o contrário do usual e ainda quais as consequências desta discordância na vida de um casal.

Muitos de vocês conhecem a Emily Griffin de “Ame o que é Seu” e conhecem a escrita maravilhosa dela, é verdade: o livro é fluido, rápido e não dá vontade de desgrudar os olhos das páginas. Porém, a história já não foi tão perfeita, ao meu ver. Num assunto tão delicado, Emily não conseguiu desenvolver seus protagonistas emocionalmente, o que me fez ficar com vontade de Claudia e do Ben praticamente o livro inteiro.

Temos assuntos delicados tratados no livro, mas achei que foram um tanto rasos. Não gostei tanto da história quanto a fama da Emily faria valer. Acompanhamos sempre a visão de Claudia, na narração de primeira pessoa, e temos um vislumbre de como ela é exigente, auto-afirmativa e paranoica. Mas no fim das contas, foi um livro bom. A capa é linda e a diagramação, impecável. Livros bonitos ganham pontinhos, haha. É isso aí, pessoal. Para quem for ler, boa leitura!


Compartilhar
Postado por:
Chel Lima
blablabla category image Top 5 lidos de 2013 27/12/13 - Comentários

top5
Eis que vem chegando o final do ano e os blogs se dedicam a fazer tops, listas e retrospectivas dos personagens literários mais gatos, dos melhores livros lidos, dos autores favoritos, etc etc. Bom, aqui eu vou falar para vocês do meu Top 5 melhores livros de 2013.

Nem todos tem resenha no blog (shame on you, Rachel!), mas espero que vocês gostem da mesma forma – e sintam-se a vontade para comentar do seus Top 5 de 2013.

E vou dizer que não fiz o top em nenhuma ordem particular, então não estão em ordem dos melhores. São, simplesmente, os que mais me conquistaram este ano. Começando, então:

top51
1) As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky

“As Vantagens de Ser Invisível” foi um livro que superou minhas expectativas. Geralmente, quando algum título é muito comentado e recebe críticas muito positivas, eu fico com um certo receio de me decepcionar, mas não: não deixou a desejar. O que mais me impressionou no livro, talvez, foi o fato de ter sido publicado em 1999 e ainda ser tão atual. Não é fácil achar uma obra atemporal e este definitivamente, caiu nas graças do povo. Uma prova foi o sucesso do filme (com a Hermione e o Percy Jackson, by the way, haah). Não temos resenha dele ainda, no blog, mas pode deixar que ela ainda sai por aqui.

2) As Catilinárias – Amélie Nothomb

Uma das minhas melhores descobertas do ano! Este livro é tão UAU! que eu não tenho palavras. Acho que teria que ler mais uma vez para fazer uma resenha decente. Por recomendação da linda da Melissa Bravo (colunista aqui do blog) eu me apaixonei pela história de ”As Catilinárias”. Ela trata de uma condição humana comum, mas é tão difícil de descobrir isto, é tão metafórico que quando sua mente finalmente absorve a realidade da obra você sente uma ficha de um quilo caindo na sua cabeça. É uma obra curta, mas não tem uma história tão fácil de pegar, ou leve. E, definitivamente, entrou para o Top 5.

top52
3) Fazendo Meu Filme 4 – Em Busca de Um Final Feliz – Paula Pimenta

Eu comecei a ler os livros da Paula antes mesmo ter um blog de resenha, e continuei a ler a série e, resultado: também sem resenha aqui no blog. Mas sem pânico, esta série está na minha lista de releituras, porque eu não tinha como amar mais. Ler Fazendo Meu Filme foi uma descoberta linda e pegar, finalmente, a conclusão da série (que eu enrolei bem para começar, até) foi um momento mágico. Devorei essas páginas e fiquei com o coração naquela montanha russa para, finalmente, ter aquele sentimento de missão-cumprida. É, ler FMF4 foi ter minha missão cumprida. Estes personagens vão deixar saudades demais.

4) Ana e Pedro – Cartas – Vivina Assis e Ronald Claver

Ahá. Finalmente um livro que resenhei aqui no blog, não? Vocês podem ler a resenha dele aqui. Ler é um pouco estado de espírito e este livro me captou de uma maneira tão completa. Foi tão fácil me identificar com a história de correspondentes-à-distância de Ana e Pedro e sentir aquela paixão juvenil. É uma obra leve, cativante, e deliciosa. Recomendo muito para quem não conhece, não consigo parar de tecer elogios. ♥

5) O Poder dos Seis – Pittacus Lore

Eis a leitura que, neste finzinho de ano, me tirou da ressaca literária. Havia me esquecido como a leitura de ”Eu sou o Número Quatro” (primeiro livro da série, minha resenha aqui) tinha me pegado de jeito. Li de um dia para o outro. É rápido, leve, cheio de aventuras, romance, descobertas, mistérios, enfim: uma montanha russa de emoções! Ainda não postei a resenha dele aqui no blog, mas logo logo ela sai.

E fim! Finalmente. Boas festas e feliz ano novo para todos! Terminarei esta postagem com uma imagem que me define:



Compartilhar
Postado por:
Chel Lima
Page 10 of 53« First...89101112...203040...Last »